top of page
Buscar
  • Foto do escritorAlan Ely

Batismo: Ouro, Incenso e Mirra

A história dos três reis magos é bastante difundida no Ocidente. Belchior, Gaspar e Baltazar eram na realidade sábios que vinham de três continentes distintos; Belchior, da Europa; Gaspar, da Ásia; e Baltazar, da África. Na tradição cristã, o dia da visita dos sábios a Jesus é celebrado em seis de Janeiro – dia de Reis.


Desviando-se de Herodes, quem pretendia matar Jesus; os magos, guiados pela estrela, chegaram a Belém. Tendo encontrado o Menino, presentearam-no. Belchior ofereceu o ouro, símbolo da realeza – uma forma de reconhecer Jesus como rei. Gaspar presenteou-o com incenso; símbolo de comunicação com Deus, ou seja, da oração. Finalmente, a mirra, presente de Baltazar, simboliza o sofrimento que Jesus iria passar em seu sacrifício, por ser uma planta usada em rituais fúnebres.

O presentear com ouro no nascimento, hoje, parece rememorar este episódio bíblico. Os padrinhos da criança, em analogia aos sábios magos, oferecem o “símbolo da realeza” numa pulseira melindrosa; numa medalha com o símbolo do espírito santo ou do anjo da guarda; ou ainda numa pulseira com estrela, símbolo do nascimento. Numa lembrança perene do princípio da vida e da fé, o ouro sela o primeiro sacramento clerical: o batismo.


45 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page